Para se acalmar, respire.

Para se acalmar, respire.

Nesses dias em que vivemos, cheios de distrações e bombardeios constantes de informações, infelizmente a ansiedade tem feito com que de alguma forma deixemos de viver o presente por excesso de preocupações e sejamos levados a viver em maior estágio de alerta, com uma sensação de falta constante.

Por conta disso, as sensações começam a ser percebidas no cotidiano. Dentro da nuvem da ansiedade, costuma aparecer uma chuva de pensamentos desconexos e um sentimento de medo, de um modo geral, o clima realmente parece mudar não só externamente. Internamente o medo e a insegurança costumam causar até mesmo dificuldades na respiração, por vezes o sintoma aparece como um aperto no peito perto da hora de dormir. 

Mas, calma. Se você se identificou com esses tempos sombrios, é bom ressaltar que eles são transitórios, e que existem boas ferramentas da medicina capazes de deixar o clima limpo e radiante. 

Um caminho por onde obtemos um bom controle da ansiedade e que é capaz de amenizar em muito a sensação é a prática de exercícios respiratórios. Por isso vamos citar aqui 6 dicas de modos de conduzir a respiração que podem te ajudar muito:

O óbvio precisa ser dito:
Nesse primeiro momento, é bom lembrar que geralmente quando nos envolvemos no cotidiano, começamos a respirar errado e nem percebemos, precisamos levar a respiração a sério. Inspirar pelo nariz e expirar pela boca algumas vezes já devolve ao seu sistema o ritmo ideal de respiração, essencial para o primeiro passo.


Relaxando passo após passo:
Quando você está precisando descansar mas parece que não consegue desacelerar, uma saída prática para deixar seu corpo pronto para repousar é respirar fundo lentamente enquanto contraímos alguns grupos musculares do corpo por três segundos, no desenrolar desse método, a sensação de bem-estar vai se alastrar no seu corpo e te ajudar muito.


Respiração Quadrada?
Isso mesmo, o nome um pouco diferente na verdade faz referência aos 4 segundos que conduzem esse método. A sugestão é fazer uma inspiração alongada contando até quatro e ‘’guardar’’ o ar nos pulmões por quatro segundos, depois de expirar só inspirar novamente após outros quatro segundos. Formando um tipo de ‘’quadrado respiratório’’.

Revezamento de narinas:
Parece nome de modalidade olímpica né? Fique tranquilo, não vai exigir tamanho esforço físico. Essa técnica é bem simples e muito efetiva, basta usar o dedo indicador para ajudar a segurar uma narina (do lado externo, claro) e alternar o lado da narina que vai fazer a inspiração e expiração, se concentrar enquanto está fazendo a execução vai te ajudar bastante.

Abdominal deitada: 
Também indicada para ser feita antes de dormir, a idéia desse exercício é desligar as luzes, sons altos presentes em casa, fechar os olhos e colocar as mãos no abdómen e contar o tempo em que se leva no processo de respiração, dentro disso estabelecer um ritmo e pouco a pouco começar a contrair o abdómen entre a inspiração e respiração.

Contraindo o diafragma:
O processo de respiração é viabilizado pelo pulmão e diafragma. Quando damos uma boa atenção ao segundo potencializamos a circulação sanguínea e nosso processo de relaxamento. Colocar uma das suas mãos sobre o peito e a outra no abdómen e com a postura ereta inspirar contraindo a região do diafragma (parte superior da barriga), expirando pela boca, após algumas repetições você se sentirá mais relaxado e sua circulação voltará ao patamar regular. 

Se o estresse e ansiedade pesarem pra valer
O uso de calmantes naturais são opções muito legais para inserir aos poucos na dieta, chás como erva-doce, camomila, sucos como o de maracujá, ervas naturais para processos de infusão são bem recomendadas para ajudar a relaxar a mente depois de um dia estressante.

Vale sempre ressaltar que se na sua vida a sensação de falta de ar depois de momentos de estresse e tensão estão se tornando comuns é muito bom que você recorra a algum terapeuta. Caso isso se misture com a sensação de dificuldade em dormir e viver o presente de maneira coordenada a recomendação permanece. A consulta com um psicólogo é extremamente importante para colocar em ordem os pensamentos e identificar quais palavras, lembranças ou gatilhos acabam despertando ansiedade.





Olá!

Gostamos de manter você bem informado, por isto cadastre aqui seu email para continuar a acessar nosso blog.


Ao assinar, você concorda com a nossa política de privacidade.

Inscrição realizada com sucesso!
Este e-mail já foi registrado.