O verão e a respiração ☀️

O verão e a respiração ☀️

Sol, calor, céu limpo e férias, o cenário perfeito para respirar fundo e relaxar.

Seria bom demais se fosse assim para todo mundo, acontece que muitas vezes esse é o período de maior sofrimento para quem possui algum tipo de problema nas condições respiratórias.
Quando a temperatura sobe e a umidade do ar desce, as vias respiratórias vão ressecando por conta do clima seco que aparece e toma conta de tudo, é bem aí que quem já sofre começa a ter sintomas ainda mais prevalentes, tendo a visita indesejada da rinite, asma, sinusite e mais alguns probleminhas pulmonares que aparecem sem avisar.

Sabendo disso e apoiados por pesquisas é que vamos dar alguns passos simples para te ajudar a lidar com as crises na relação entre o calor e o pulmão.

O primeiro passo é ficar bem ligado na alimentação, existem algumas coisas que ingerimos que podem despertar a rinite e sinusite por conta de seus efeitos inflamatórios, por isso ficar ligado no consumo de glúten, lactose, chocolate e trigo em excesso vai ser necessário, afinal, esses são alimentos com potencial de despertar atritos na respiração. 

A recomendação é aproveitar o clima quente para comer coisas mais fresquinhas e leves, frutas, verduras, legumes e sucos naturais e beber bastante água vão dar uma força para deixar o corpo alinhado. 

O segundo passo é dar uma boa atenção para sua respiração, fazer exercícios simples utilizando a respiração, comece inspirando pelo nariz contando até três e soltando contando até três, isso além de fortalecer os pulmões, te ajuda a se manter com boa energia e com o sistema nervoso regulado, enfraquecendo os efeitos da asma e da rinite.

Asma X Rinite
Muita gente acha que toda condição de agravantes respiratórios se trata da mesma coisa, erra quem pensa assim, entre os vários problemas que ocorrem, essas duas se sobressaem, e, enquanto a asma é uma doença vinda da inflamação crônica das vias aéreas e tem como sintoma o peso na respiração, a rinite é a inflamação que acontece na mucosa nasal e resulta em coceiras, coriza e espirros. Se você tem problemas com algum desses, o terceiro passo é ficar atento aos ambientes que são frequentados para evitar o contato exagerado com animais peludos, perfumes fortes, poeira e ácaro.

O quarto passo tem a ver com os detalhes. Um dos grandes protagonistas das épocas mais quentes são os ares condicionados, o problema é que muitas vezes são eles os vilões da respiração, vem comigo que vou te explicar:

Quando estamos o clima de um lugar está muito abaixo do ambiente externo, por exemplo, se na rua estiver marcando 35oC e na sala em que você está registra 18oC, a chance da massa de ar quente e abafado externa te deixarem com olhos ressecados, garganta seca e nariz irritado é altíssima;     

Muitas vezes o aparelho fica sem manutenção ou limpeza durante o ano todo, e os filtros acumulam fungos, ácaros, mofos e bactérias, que são um dos maiores despertadores de crises respiratória;

O ideal é que a temperatura fique em torno de 22,5oC, ou se possível, fazer o investimento em um esterilizador de ar

O quinto passo é evitar as aglomerações, além das múltiplas variantes de gripes, esses ambientes acabam sendo um potencial agravante de problemas respiratórios.

Por último, nossa dica é adquirir o Flux Air, uma chance para um dilatador nasal vai dar ao nosso nariz a oportunidade de ter uma nova dinâmica no fluxo de inspiração nasal.

Por isso nessa temporada, se cuide, aproveite, beba bastante água, faça exercícios ao ar livre e curta o sol com consciência. 

Olá!

Gostamos de manter você bem informado, por isto cadastre aqui seu email para continuar a acessar nosso blog.


Ao assinar, você concorda com a nossa política de privacidade.

Inscrição realizada com sucesso!
Este e-mail já foi registrado.