Mergulhando no Triathlon

Mergulhando no Triathlon
Como funciona?

Atraídos pela cultura da alta performance, o esporte dos triatletas é na verdade sustentado por outras três atividades, a força do nado, o empenho do ciclismo e a resistência da corrida, que por sua vez mostram que a dinâmica do Triathlon é frenética e regida por bastante disciplina e boa vontade.
Ok, talvez eu possa ter te assustado um pouquinho com essa introdução sobre o esporte, mas para ser bem sincero, com um bom plano e desejo de se superar, ser um triatleta não é essa utopia monstruosa, antes de te contar um pouco mais, vamos entender de onde veio essa ideia.

Quando surgiu?
O Triathlon é um termo conhecido como a junção de três esportes e é uma derivação que preserva os primórdios olímpicos na essência, sendo esse parente do que os gregos formularam em 708 a.C como sendo o pentathlon, que juntava cinco modalidades em uma só prova, composta por arremesso de disco, arremesso de martelo, corrida, luta e salto em distância, foi aí que a cultura e tendência da aglutinação de esportes tomou forma, porém, somente muito tempo depois disso, em 1884 apareceu uma variação muito sólida, o chamado decathlon, composta por três corridas, três lançamentos, três saltos e uma marcha atlética. 

O Triathlon teve sua primeira aparição ali no começo de 1900, quando o jornal francês Lê Nouvelle Illustrées registrou o surgimento de mais uma prova. Com corrida, ciclismo e canoagem, na época foi nomeada como ‘’Os Três Esportes’’, posteriormente tendo modificações como a troca da canoagem para a natação por exemplo. Mais ou menos 70 anos depois, como uma obra do acaso para consolidar o nascimento dessa modalidade, algo interessante aconteceu na Califórnia.
Era verão de 1974, os atletas de um clube atlético estavam de férias e seus professores decidiram mandar uma planilha de exercícios para que eles pudessem manter o ritmo durante o período mais sossegado, os treinos montados se dividiam em natação e ciclismo.

Chegado o fim do verão, os treinadores resolveram testar os alunos com uma prova com 500 metros de nado, 12Km de pedalada e 5km de corrida. A turma pegou gosto, curtiram a ideia e logo no próximo verão fizeram um desafio convocando guarda-vidas e atletas de San Diego, a prova contou com 55 participantes. No outro verão algumas outras alterações foram sendo aderidas e era tão cativante que nos primeiros anos chegou a ser realizada pelo menos 3 vezes ao ano, conforme passava por mais algumas transformações começava a se popularizar, até se consolidar como um esporte olímpico.

Por onde começar?
Antes de saber por onde começar, é importante saber com qual começar. O triathlon por ser um esporte que envolve muita resistência, é subdividido em provas de maior ou menor intensidade, a maioria dos atletas amadores começam suas jornadas no tri (vamos falar assim porque já estamos íntimos), de olho no ironman, que é a prova de maior intensidade feita por atletas envolvidos na modalidade, além de ser uma meta bem ambiciosa, é a recomendação para quem vai começar, afinal, já diz o ditado ‘’Quem não tem para onde ir, qualquer caminho serve’’.

E nada melhor do que ter um caminho onde o foco é a resiliência e superação.

Antes de te incentivar a começar, quero mostrar para você quais as provas mais comuns:
Começando pelos mais ‘’leves’’ temos o Mixed Relay, que é composto por:
300m de natação / 8 km de ciclismo / 2 km de corrida
e o Sprint, também conhecida como Short
750 m de natação / 20 km de ciclismo / 5 km de corrida.

Já nos médios ficam:
Standard
1.5 km de natação / 40 km de ciclismo / 10 km de corrida.
Longa distância, segundo a ITU pode ser o dobro ou até o triplo da distância standard
3 km de natação / 80 km de ciclismo / 20 km de corrida ou
4,5 km de natação / 120 km de ciclismo / 30 km de corrida

E na categoria Iron Man se encontram o meio-Ironman, também conhecido como 70.3
1.9 km de natação / 90 km de ciclismo / 21km de corrida,
e o Iron Man
3,8 km de natação/ 180km de ciclismo/ 42km de corrida

Com certeza o ideal é começar pegando leve, já que as variedades estão em natação, bike e corrida o ideal seria que o preparo para provas que exigem mais do corpo fossem feitas com o acompanhamento de um treinador.

Acontece que morando no Brasil, com o preço dos equipamentos e serviços, nem todos conseguem ter acesso a todos os benefícios e por isso acabam desistindo no meio do caminho ou muitas vezes nem se atrevem a começar na prática de um esporte novo.

Por isso nossa recomendação é ir poupando o dinheirinho que se gasta comendo algumas coisas fora de hora para investir em um tênis, no mais, a bike não precisa ser uma ultraleve e tecnológica, começar com o simples é um caminho para a evolução sadia e a corrida não necessariamente precisa acontecer em um clube ou pista de atletismo, começar por um mixed relay e correr ao redor do seu bairro também te fará bem.

Além do tênis para corrida que é primordial, pode ir se aprimorando com o decorrer adquirindo um capacete para a o ciclismo, camiseta e bermuda para a corrida e bike também, roupas de piscina para cada categoria. Fica também a sugestão para procurar por um educador físico, certamente vai te orientar para um check-up geral, e te ajudar a se ligar em quais movimentações e linha de alimentação vão ser mais seguros e eficientes durante seus treinos.

Agenda, metas e resistência
Fazer um calendário de treinos, um programinha básico, já vai te ajudar a colocar a sua mente em um lugar certo, fixar os pensamentos e fazer com que o seu corpo assuma a performance correta para se enxergar com o objetivo plenamente realizado.
Comece pequeno mas comece já, faça um bom alongamento, se solte e trace planos simples, caminhe dois quarteirões em um dia, três no outro e vá se superando, não desista por achar que não está indo longe demais e nem pare no primeiro momento que o cansaço bater a porta durante a corrida, vá em frente e tenha onde chegar, isso fará do caminho mais seguro e quando chegar lá, dobre a meta, você vai descobrir que seu nível de resistência é bem maior do que você imagina.

Olá!

Gostamos de manter você bem informado, por isto cadastre aqui seu email para continuar a acessar nosso blog.


Ao assinar, você concorda com a nossa política de privacidade.

Inscrição realizada com sucesso!
Este e-mail já foi registrado.