5 Benefícios do Yoga

5 Benefícios do Yoga

Ao contrário do que muitos pensam, o yoga não é uma prática que uma massa se envolveu por conta de uma trend viral: é milenar. De geração em geração vem sendo preservada como foco no cultivo dos bons estados de espírito através de técnicas de concentração, alongamento e meditação. 
Sua utilidade é cientificamente comprovada para minimizar as chances de problemas neurológicos. Seus efeitos estão diretamente conectados com o relaxamento de nervos e a concentração plena acontecendo por meio de movimentos capazes de expandir a dinâmica corporal como um todo.
No blog de hoje vamos esclarecer 5 benefícios vitais da prática do Yoga.

Melhora na respiração
Uma das forças primordiais do yoga é a condução da respiração a partir do alinhamento do corpo como ordenação do mundo interior, entre esses ramos se encontra pranayama, uma técnica de respiração que traz controle da mente, com resultados de renovação de vigor e estados de relaxamento cientificamente comprovados. Mergulhar no yoga é se envolver em uma confortável teia de métodos de cura e alívio através de um bom controle da respiração. 

Regula a pressão
No ritmo frenético do nosso cotidiano acabamos nem percebendo que já nos tornamos seres multitarefas há um bom tempo. É celular falando com várias pessoas ao mesmo tempo, computador para checar os emails dos boletos que não param de chegar, amigos que estamos com saudade de dar um abraço, os desejos ambiciosos do futuro e a boa gestão do presente que não está indo tão bem assim, a comida que não dá tempo de cozinhar e o ifood vira salvação, o refri que já virou rotina e a vontade de prever o que vai acontecer no futuro vão se aglutinando em uma união terrível e pesada, enfim, pressão que não acaba mais e que em muitos casos acaba se tornando um agravante de problemas cardiovasculares.

Manter a saúde do seu coração é essencial, a vida de uma maneira completa depende dele. Estudos apontam que o yoga pode ajudar a melhorar a saúde cardíaca e reduzir as chances de doenças no coração. A prática pode reduzir a pressão alta que por sua vez é uma propulsora das causas de problemas dessa ordem, sendo assim a aplicação do yoga tranquiliza, harmoniza e te insere novamente ao ritmo ideal para sua mente e coração, deixando o possível avanço de qualquer doença cardíaca lento e em muitas vezes, estático.

Coloca a ansiedade para dormir
De um jeito muito interessante, o yoga tem em mãos ferramentas poderosas para o controle da ansiedade. Algumas pessoas dão início à prática como uma fuga da rotina e no final acabam concluindo que é ali onde estão lidando e gerindo as emoções mais profundas e aprendendo a atingir maior controle e autocuidado. 

Uma renomada universidade estadunidense publicou um artigo que aponta a prática de yoga como possível ajudante eficaz na vida de pessoas com transtornos de ansiedade regulando os sintomas. O texto mostra que os exercícios podem reduzir a resposta desmedida do cérebro ao estresse e sugerem a utilidade tanto em tratamentos de ansiedade quanto em casos de depressão.
Estar apto a perceber as situações de estresse e canalizar os sentimentos contribui para diminuir a frequência cardíaca e melhorar a circulação contribuindo na respiração resultando em calma e serenidade nos momentos de crise.
A meditação também reduz a atividade do sistema límbico, aquela parte do cérebro dedicada às emoções, quanto maior o seu estado de reações emocionais estiverem em calma, mais tranquilidade é possível de ser experimentada durante situações estressantes. 

Para saber mais sobre a relação da calma no cérebro eu sugiro você aprender um pouquinho sobre o GABA, pode começar clicando bem aqui.

Melhora o Sono
Estudos mostram que incorporar a yoga no dia a dia pode ajudar a promover um sono melhor. A má qualidade do sono tem sido associada à obesidade, pressão alta e depressão, entre outros distúrbios e, por mais que não pareça, a yoga possui ligação direta - como a gente já descreveu nos outros pontos - com a pressão, ansiedade, depressão e até mesmo com a alimentação, que segundo especialistas é pautado em uma alimentação mais leve, equilibrada e harmoniosa ornamentada com vegetais, verduras, legumes cozidos e grãos. Quando bem implementada, pode mudar por completo a vida de quem se permite.

Em um estudo de 2005, 69 pacientes idosos foram designados para praticar ioga, tomar uma preparação à base de plantas ou fazer parte do grupo controle. O grupo de yoga adormeceu mais rápido, dormiu mais e se sentiu mais bem descansado pela manhã do que os outros grupos.

Embora ainda não se saiba ao certo como funciona essa dinâmica, esse e outros estudos mostram que a yoga aumenta a secreção de melatonina, hormônio que opera no famoso soninho de beleza. Ajudando a resolver o problema nas suas causas e efeitos.

Senso coletivo
Algumas atividades da Yoga são realizadas em grupo, isso desperta o senso de coletividade e pertencimento no indivíduo, projetando a importância dos momentos de evolução estarem sempre ligados às demais pessoas na nossa vida, a priori talvez não pareça que estar em silêncio em uma sala com mais pessoas pode ter tamanha relevância interna, mas inconscientemente está ocorrendo o exercício do avanço compartilhado, é como se o nosso cérebro reconhecesse que ninguém vai a lugar algum sozinho e que mesmo em silêncio, se precisamos. Os frutos ficam visíveis até mesmo no nosso convívio social através da melhora na postura, elegância e disposição.

Considerações diretamente de Harvard
A frente dos estudantes de medicina concluíram através de neurotecnologias de imagem que pessoas que praticam yoga regularmente possuem o córtex cerebral (aquela área do cérebro responsável pelo processamento de informações) e o hipocampo (área envolvida no processo de aprendizado e memória) mais espesso em comparação com os não praticantes. Essas áreas do cérebro tendem a encolher conforme a idade vai chegando, porém ainda assim os praticantes de yoga mais velhos mostraram menos encolhimento do que os demais não praticantes, o que deixa implícito a possibilidade da prática ser uma neutralizadora das quedas de produtividade tão temidas quando a idade avança em razão da atividade cerebral possuir mais força na memória e outras habilidades cognitivas.
Por hoje é isso pessoal, a gente fica super feliz em saber que você leu até aqui e agora está prontinho para respirar melhor e levar seu corpo e sua mente para um novo nível.

Olá!

Gostamos de manter você bem informado, por isto cadastre aqui seu email para continuar a acessar nosso blog.


Ao assinar, você concorda com a nossa política de privacidade.

Inscrição realizada com sucesso!
Este e-mail já foi registrado.